sábado, 18 de abril de 2015

"CRISTO" - Unção grega. Grega?

 "CRISTO" - CRISTÃO E CRISTIANISMO


Cristo, cristão  e cristianismo -  Cristo - palavra grega que nunca fez parte das Escrituras.

 Na Bíblia lemos :

E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãosAtos 11:26

Há um porém:
Foi a Igreja Católica quem compilou a Bíblia, definindo quais seriam os livros inspirados, que por sua vez entraram no Cânon Bíblico. Posteriormente, os demais grupos cristãos que surgiram também adotaram a Bíblia como Livro Sagrado.  Por volta de 1796, surge as Sociedades Bíblicas Unidas,   com sede em Reading, Inglaterra, que está em todo o mundo em mais de 2500 das 6500 línguas que se falam em todo o mundo, e é onde provem a Sociedade Bíblica do Brasil.

Mas na Escritura hebraica o texto aparece assim:

E quando ele o achou, trouxe-o consigo para Antioquia. E sucedeu que, por um ano completo se
reuniram com a congregação de Yisrael, e ensinavam a muita gente. E os talmidim (discípulos) foram chamados Notsrim  (nazarenos) pela primeira vez em Antioquia.



Cristo é o termo usado em português para traduzir a palavra grega Χριστός (Khristós) que significa "Ungido".
 Cristo do grego, crestos “ungido” incontestavelmente traz em seu embrião histórico e linguístico provas que se tratam de uma unção solar – o dicionário mostra o “Cris” ou “criso” – significa eclipse do sol. Cristo do grego – crestos  - significa ungido do sol, ou pelos raios da Crista do sol.


 DICIONÁRIO GAMA:

CRISOL – s.m. (Ant.) – Eclipse do sol. Cris +sol (criso/cristo = raios do sol.
CRISMA – s.m. (Chisma) – Sacramento de confirmação, (mudança de nome)
CRISMAR – Acunhar, apelidar, cognominar-se. Nota. Todos os papas ao serem cremados por “CRIS, CRISO, CRESTA, CRESTOS, CRISTO” – muda imediatamente seus nomes, como no velho costume babilônico  -isto é chamado de CRISMAR.


Anel do Papa
MONOGRAMA DE CRISTO -  


São as primeiras letras do nome de Cristo em grego.

 O “X” pronuncia-se – quis   

O  “P” tem um som “R”




Formam as iniciais “CRIS”  de CRISTO -  que é um símbolo usado a séculos no “CRISTIANISMO”.


ALFA E ÔMEGA
Como um símbolo cristão, o Alfa e o Ômega representar a eterna natureza de Jesus Cristo. Alfa e Ômega são a primeira ea última letras do alfabeto grego. O símbolo lembra uma linha no Livro do Apocalipse: 
O Alfa eo Ômega são igualmente incluídos no nome IAO, um Greco-Romana rendition do hebraico tetragrammaton que também foi utilizado como um sagrado nome de Bacchus / Dionysus e como “Iao Sabaoth” representou o demiurgo gnóstico.
O “Livro de Símbolos “ pag. 33 mostra-nos que Cris (XP) é um monograma usado pelo clero romano para CRISTO. – foto
É impossível fazer uma separação da palavra Cristo e o Sol.



CRISTÃO  –  Adorador de  Cristo.

CRISTIANISMO - (do grego Xριστός, "Christós", messias) é uma religião centrada na vida e nos ensinamentos de Jesus  - A religião cristã tem três vertentes principais:


  •   Catolicismo Romano - subordinado ao bispo romano (papa).
  •   Ortodoxia Oriental  - se dividiu de Roma em 1054 após a Grande Cisma.
  •   Protestantismo - que surgiu durante a Reforma do século XVI.

O protestantismo é dividido em grupos menores chamados de denominações.
Os cristãos acreditam que Jesus Cristo é o Filho de Deus.

Na Batalha da Ponte Mílvia teve lugar a 28 de outubro de 312d.C., entre os imperadores romanos Constantino e Magêncio.
A tradição sustenta que, ao anoitecer de 27 de outubro, quando os exércitos se preparavam para a batalha, Constantino teve uma visão quando olhava para o sol que se punha. As letras gregas XP (Chi - Rho, as primeiras duas letras de Χριστός, "Cristo") entrelaçadas com uma cruz apareceram-lhe enfeitando o sol, juntamente com a inscrição "In Hoc Signo Vinces" — latim para "Sob este signo vencerás". Constantino, que era pagão na altura (apesar de que provavelmente sua mãe fosse cristã), colocou o símbolo nos escudos dos seus soldados.

De fato, existem duas narrativas mais ou menos contemporâneas do episódio: Segundo o historiador Lactâncio, Constantino teria recebido num sonho a ordem de inscrever "o sinal celeste nos escudos dos seus soldados"[1] - o que teria feito ordenando que fosse neles traçado um "estaurograma", uma cruz latina com sua extremidade superior arredondada em "P". Segundo Eusébio de Cesareia, o próprio Constantino teria lhe dito que, numa data incerta - e não necessariamente na véspera da batalha - teria tido, ao olhar para o sol, uma visão de uma cruz luminosa sobre a qual estaria escrito, em grego, "Εν Τουτω Νικα", ou, em latim, in hoc signo vinces - "com este sinal vencerás", e que, na noite seguinte, Cristo lhe teria explicado em sonho que esta frase deveria ser usada contra seus inimigos.

No dia seguinte, os dois exércitos confrontaram-se e Constantino saiu vitorioso Constantino entrou em Roma pouco depois, onde foi aclamado como o único Augusto ocidental. Ele teve creditada a vitória na ponte Mílvia à "Divindade" - ou a "uma Divindade" (na formulação deliberadamente ambígua escolhida pelo senado romano, simpatizante do paganismo, para ser colocada no seu arco do triunfo) e ordenou o fim de todas as perseguições aos cristãos nos seus domínios, um passo que ele já tinha tomado na Britânia, na Gália e Hispânia em 306. Com o imperador como patrono, o cristianismo, que já era muito difundido no império, explodiu em conversões e poder. http://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_da_Ponte_M%C3%ADlvia.

A VERDADE

O termo correto é no hebraico  מָשִׁיחַ (Māšîaḥ), transliterado para o português como MASHYAH.

MASHYAH -   Significa – UNGIDO DE YAHVEH.
YAHVEH Significa – o Eterno Criador – Soberano Aquele que existe por Si só.

“vê karáta et shemou yahshuah ki hu yoshah et amô me aonoteiêm"
Nome:
Yahshuah 

Títulos adjetivos:  
Mashyah (ungido), Salvador, Mestre, Rabi, Rosch, Menachem (consolador) 




" Eu vim em nome de meu Pai, e vós não me recebeis ; se outro vier em seu próprio nome , você vai recebê-lo. ?" João/ Yochanan 05:4313 

E sou o Alef e o Taf, o Princípio e o Fim, o Primeiro e o Último.   Apocalipse 22:13

O Tanak é escrito em hebraico do seu começo ao fim, a Brit Hadashah também!
O texto acima não contém letras gregas no seu original.

Letras hebraicas compõe Seu nome! מָשִׁיחַ

O Salvador é Alef e TAF -  hebreu! 

Diná Soares / Ivonil F. Carvalho

9 comentários:

  1. PARABENS PELA MATERIA DINA ... SERIA OTIMO SE TODOS PUDESSEM REALMENTE ABRIR SUAS MENTES PARA ESTA REALIDADE ... QUE O PAI CONTINUE A LHE DAR DE SUA GRAÇA PARA CONTINUAR ... GLORIAS A DEUS POR SUA VIDA ...

    ResponderExcluir
  2. Poderiam fazer um vídeo com as pronúncias corretas. Perdoe...me ...mas de que adianta ler se não sabemos falar correto....os nomes originais do pai. .o filho...o seu poder... Os livros.. A cidade santa. ... Os patriarcas e profetas.. Os discípulos. . ..etc... Se não quiser postar no face ou aqui..envie no meu WhatsApp 94-99161-1438 att ..Manoel Fonseca..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manoel, quando é usado o recurso da transliteração, salvo alguns detalhes, a pronúncia corresponde ao que está escrito!

      Excluir
    2. Aqui as pronúncias:
      https://www.youtube.com/watch?v=DwVJS7CAVeA&list=UUjVlbBEJ0VVoSRWgLOxOl7w&index=6

      Excluir
  3. Muitas informações relevantes...muito boa a página!

    ResponderExcluir
  4. Messias não significa exatamente "ungido", mas "consagrado". A consagração de um líder político ou religioso se dava com o derramamento de um pouco de óleo perfumado sobre a cabeça. No judaísmo a unção literal se aplicava somente nos doentes e nos mortos.

    “A verdade histórica é a mais ideológica de todas as verdades científicas [...]Os termos de subjetivo e de objetivo já não significam nada de preciso desde o triunfo da consciência aberta [...]. A verdade histórica não é uma verdade subjetiva, mas sim uma verdade ideológica, ligada a um conhecimento partidário”. (ARON cit. por Marrou, s/ data, p. 269)

    Se a fé nunca dependeu da história, porque fazem tanta questão desta última? Por que insistem em preservar essa bruma que envolve os primeiros séculos do cristianismo? Não devia ser assim. No entanto, quando fazemos uma aproximação dos fatos com fatos e não com ideias, é possível outra conclusão.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. É impossível fazer uma separação da palavra Cristo e o Sol. impressionante quando conhecemos as coisa.

    ResponderExcluir