sábado, 10 de janeiro de 2015

LUAS DE SANGUE!

Vamos fazer uma análise imparcial e buscar esclarecimentos sobre os fatos.
Quando ouvi a notícia pela primeira vez, confesso que não acreditei e pensei mais uma notícia sensacionalista. Fiquei na expectativa quando chegou a lua cheia de abril de 2014, para ver o que aconteceria, pessoalmente, não vi nada, mas depois vi as confirmações de que ela realmente havia acontecido!


Vejamos as noticias!!!

“Existe um fenômeno extremamente raro, que irá ocorrer nos próximos meses e também no ano de 2015, chamado de Luas Sangrentas ou Luas de Sangue, foi possível prever através da astronomia, as datas exatas em que irão ocorrer. Não se trata de crenças religiosas, mas de fatos futuros que foram constatados por astrônomos e agências espaciais que estudam o nosso universo.

As datas que marcam esses eventos, são as mais intrigantes, pois o dia em que elas irão ocorrer segundo a própria Nasa, são datas que marcam feriados Judeus.

A primeira data é dia 15 de Abril  2014, Páscoa
A segunda data é dia 8 de outubro deste ano também, marcando a Festa dos tabernáculos, que nós não conhecemos, mas também se trata de um feriado Judeu.
No dia 20 de março de 2015, teremos um Eclipse Solar total, que incrivel.
A terceira data é dia 4 de abril de 2015 que marca outra páscoa.
A quarta data é dia 28 de setembro de 2015, Festa dos tabernáculos, novamente.

No passado esses fenômenos apenas ocorreram três vezes que também coincidiram com eventos importantes em Israel.
O primeiro ano foi em 1492, quando a Espanha expulsou os judeus, e também, Colombo descobriu a América, que se tornou um porto seguro para o povo judeu, que se tornaram livres.
O segundo ano foi em 1948, quando Israel renasceu como uma Nação, após 2 mil anos conseguiram essa independência.
O terceiro ano foi em 1967, Israel venceu a "Guerra dos Seis Dias" e reivindicaram Jerusálem, pela primeira vez em 2 mil anos, Jerusalém e Israel estavam juntos novamente.

Não se trata de religiosos fazendo drama por causa de fenômenos, e sim fatos que estão previstos para ocorrer segundo a Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço (NASA)...
sangue2---roney O fotógrafo Roney Silva, 22 anos, de Brasília, ficou acordado até de madrugada para registrar o fenômeno (Foto Roney SilvaVC no G1)
Esses são os únicos anos em um futuro próximo, que se alinham com os feriados judaicos. Deve-se fazer menção aqui que existem outros anos que esses eventos ocorrerão novamente. Elas encontram-se em 2032-2033, 2043-2044, 2050-2051, 2061-2062, 2072-2073, e 2090-2091... A diferença entre esses anos é que os anos de 2014 e 2015 se alinham com os feriados judaicos e os outros não! http://www.stnoticias.com/

Interessante não?

" Para a ciência, a tétrade é um fenômeno perfeitamente explicado e previsível: só neste século serão oito, sendo a que se inicia no dia 15 a segunda delas. "O calendário judaico é baseado na Lua, e eventos festivos comumente correm em dias de Lua cheia, quando também há eclipses. Por essa razão, os eclipses eventualmente coincidem com essas datas", explica Gustavo Rojas, astrofísico da Universidade Federal de São Carlos. Já a cor avermelhada na Lua ocorre porque os raios de Sol que iluminam o satélite nesta ocasião são filtrados pela atmosfera da Terra, e chegam a ele com menos luz azul e mais vermelha.       http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/entenda-por-que-o-eclipse-desta-noite-e-apelidado-de-lua-de-sangue
“A agência espacial americana (Nasa) explicou que a "Lua de sangue" é quando a região periférica da Lua ingressa no centro da sombra da Terra, que tem a cor âmbar. É durante esse período que o satélite é visto do nosso planeta com uma cor avermelhada, causada pela luz do Sol e matizada por sua passagem pela atmosfera terrestre – algo similar à coloração que a luz solar adquire nos crepúsculos.”
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/04/veja-imagens-do-eclipse-lua-de-sangue.html

Já vimos em estudos anteriores que o termo usado para se referir a estes astros é OT sol e a lua são dois grandes luminares - sinal visível com a função de determinar os “moadim” – tempos sagrados do Eterno.

As tais festas cujas datas coincidem com as luas de sangue foi dado num contexto histórico.

O Eterno sempre preservou um remanescente na terra,  observando Suas ordens, inicialmente  Adão, e Hava (Eva- mãe de todos os seres humanos viventes)  Sete, Enoque, Matusalém, Noé, em uma linha ininterrupta;  a um desta linhagem,  Avram (Abrão), foi feita uma promessa quando ele  tinha 70 anos, que sua descendência seria como estrelas do céu e a areia do mar. Isaque o herdeiro da promessa só nasceria 30 anos após.

O sinal do cumprimento é que seu nome que até ali era Avran (Abrão), foi mudado para Avraham (Abraão) - pai de uma multidão de nações - e sua mulher Sarai tornou-se Sarah – princesa – porque disse a voz divina “será mãe das nações; reis e povos sairão dela. Gên. 17 : 4, 5. 16.  Quatrocentos e trinta anos após esta promessa, nasceu o povo de Yahshurum – (Israel) que significa íntegro e reto, que herdou este nome de  Jacó filho de Isaque, cujo nome foi mudado, pois era Jacó – enganador.

A estes povo, foram dadas as  datas das referidas festas que estão coincidindo com as datas atuais das luas de sangue; elas só  se encontram no Calendário do Criador e são marcadas pelo sol movimento de translação determinando os  anos e a lua movimento de lunação, assinalando os meses e semanas.

Este evento faz parte de uma linha cronológica de tempo na terra,  que está intrinsicamente ligada com a história do povo de Yah que vem desde Adão até chegar a nossos dias, com acontecimentos que ocorreram, ocorre e ocorrerão no céu. É uma linha paralela da história marcada pelos astros como determinou em Gênesis 1: 14 a 18.

Estas festas, de tempos determinados, fixos, são sinais e figuras de acontecimentos fundamentais no plano estabelecido pelo Eterno no que se refere a linha do tempo cronológica da terra.
Ver Festas cerimoniais neste blog: http://estudosimpressionantes.blogspot.com/2014/10/festas-cerimoniais-didatica-de-um.html

Em 2015 tais eventos  ocorrerão:
04/04/15 [ocorrerá durante a pessach ou páscoa de 2015]
28/09/15 [ocorrerá durante a sukkot ou festa dos tabernáculos de 2015]
Intercalado a esses fenômenos, nós teremos um eclipse total do sol, o qual ocorrerá no dia 20/03/15. Início do ano, Rosch Hashanah.

Estamos em momento importante dentro desta cronologia fantástica da Escritura? Sem dúvida que sim. Vivemos no limiar do cumprimentos dos últimos períodos proféticos!

O que significa estas luas de sangue coincidente nestas datas? Por que em todos os lugares estas datas que estão bem marcadas na Escritura não coincidem com as datas do calendário do Papa Gregório? O que será que o Criador está acertando no seu quadro negro  e azul – o céu?
Você não deveria saber como funciona este calendário do céu e do Criador?

O mundo religioso atual vive em função de datas papais, Ano Novo, adoração a Jano; Carnaval, uma festa da carne, Páscoa, coelhinho e ovos de chocolate, Finados, dia de mortos; Natal nascimento de Jesus, festas estas que nada tem a ver com as Festas de Tempos Determinados do YHWH.
Não seria estas luas de sangue nas datas das Festas Fixas um alerta para os acontecimentos que elas representam?

“Do cimo do monte das Oliveiras, o Filho do YHWH olhava sobre Yahshalaym a cidade da paz...Lindo e calmo era o cenário que diante dEle se desdobrava....todavia pensamentos diversos ocupava lhe a mente. Enquanto a multidão se agitava entre alegres hosanas,  o  Redentor do mundo achava-se sob misteriosa tristeza, ali o concerto de bênçãos e a gloriosa promessa tinha sido confirmada por Avraham, ali as festas eram comemoradas nas exatas datas, o próprio Messias delas participou...
 A Majestade dos Céus em pranto! O Filho do infinito Yahveh perturbado em espírito, curvado em angústia! Esta cena encheu de espanto o Céu inteiro. Revela-nos a imensa malignidade do pecado; mostra quão árdua tarefa é, mesmo para o poder infinito, salvar ao culpado das consequências da transgressão da lei de YAH. fundamento de Seu governo no Céu e na Terra. Os preceitos de Jeová seriam desprezados e anulados. Milhões na servidão do pecado, escravos de Satanás, condenados a sofrer a segunda morte, recusar-se-iam a escutar as palavras

O Salvador olhando para a última geração, viu o mundo envolto em engano semelhante ao que causou a destruição de Yahshalaym. O grande pecado dos judeus foi rejeitarem ao Messias; o grande pecado do mundo cristão seria rejeitarem a lei de YAHVEH, fundamento de Seu governo no Céu e na Terra. Os preceitos de YAHVEH seriam desprezados e anulados. Milhões na servidão do pecado, escravos de Satanás, condenados a sofrer a segunda morte, recusar-se-iam a escutar as palavras...

Olhando através dos séculos futuros, via o povo do concerto espalhado em todos os países, semelhantes aos destroços de um naufrágio em praia deserta. Nos castigos prestes a cair sobre Seus filhos, não via Ele senão o primeiro gole daquela taça de ira que no juízo final deveriam esgotar até às fezes.

 A piedade divina, o terno amor encontraram expressão nestas melancólicas palavras: " Yahshalaym, Yahshalaym, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes
quis Eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e tu não quiseste!" Mat. 23:37. Oh! se houveras conhecido, como nação favorecida acima de todas as outras, o tempo de tua visitação e as coisas que pertencem à tua paz! Tenho contido o anjo da justiça, tenho-te convidado ao arrependimento, mas em vão. Não é meramente a servos, enviados e profetas que tens repelido e rejeitado, mas ao Santo de Israel, teu Redentor. Se és destruída, tu unicamente és a responsável. "E não quereis vir a Mim para terdes vida." João 5:40.

O Salvador viu em
Yahshalaym um símbolo do mundo endurecido na incredulidade e rebelião, e apressando-se ao encontro dos juízos retribuidores de Yah. As desgraças de uma raça decaída, oprimindo Lhe a alma, arrancavam de Seus lábios aquele clamor extremamente amargurado. Viu a história do pecado traçada pelas misérias, lágrimas e sangue humanos; o coração moveu se Lhe de infinita compaixão pelos aflitos e sofredores da Terra; angustiava-Se por aliviar a todos. Contudo, mesmo a Sua mão não poderia demover a onda das desgraças humanas; poucos procurariam a única fonte de auxílio. Ele estava disposto a derramar a alma na morte, a fim de colocar a salvação ao seu alcance; poucos, porém, viriam a Ele para que pudessem ter vida....Grande Conflito - Predito o destino do Mundo.

O que será as luas de sangue? Você consegue ver?


Diná Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário